PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
13/08/2019 16h43

Pedestres receberam 30% de indenizações pagas pelo DPVAT

Agência Brasil


Na data em que se comemorou o Dia Mundial do Pedestre, dados divulgados pela Seguradora Líder revelam que, de janeiro a junho deste ano, foram pagas 155.032 indenizações pelo DPVAT, o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres.

 

O número equivale a 260 indenizações por dia e é 12% menor que o registrado no primeiro semestre do ano passado, quando foram pagas 176.852.

 

Trinta por cento das indenizações (46.866) pagas em 2019 a vítimas ou seus beneficiários foram para pedestres, 57% para motoristas e 13% para passageiros.

 

Os dados divulgados mostram que, em um recorte das indenizações por tipo de vítima, os pedestres receberam 5.363 indenizações por mortes; 36.137 por invalidez e 5.366 para reembolso despesas médicas.

 

O superintendente de Operações da Seguradora Líder, Arthur Froes, disse que "os pedestres são os componentes mais frágeis do trânsito e todos que saem a pé de casa em algum momento estão nesta condição".

 

Ele também chamou a atenção para a questão do uso de celulares: "A falta de atenção é uma das principais causas de acidentes, muito impactada pelo uso do celular.

 

Por isso, é importante que condutores e pedestres respeitem a sinalização e as regras de segurança para uma boa convivência no trânsito que não coloque em risco a vida de ninguém".

 

Cuidados

Entre os principais cuidados a serem adotados pelos pedestres estão: atravessar a rua olhando para os dois lados e sempre na faixa para pedestres; evitar o uso de fones de ouvido e aparelhos celulares enquanto andar pelas ruas; caminhar sempre pelas calçadas; e não atravessar a rua por trás de carros e ônibus que dificultem ser visto.

 

Os estados que mais tiveram pedestres indenizados pelo Seguro DPVAT no primeiro semestre deste ano foram: São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina e Paraná.