PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
13/02/2020 18h06 - Atualizado em 13/02/2020 19h10

CVC INDICA 5 DESTINOS MAIS BARATOS NA AMÉRICA DO SUL

CVC Comunicação Corporativa


Enquanto as cotações do dólar e do euro seguem em alta, destinos na América do Sul vem se tornando ainda mais atrativos ao bolso do viajante brasileiro. De olho nisso, a CVC, maior operadora de viagens das Américas, faz uma seleção e elenca os 5 destinos turísticos mais em conta para se viajar na América do Sul este ano. Em comum, as sugestões a seguir trazem vantagens em relação aos gastos no destino, preços de bilhetes aéreos e hospedagens mais baratos se comparado com outras localidades onde as moedas correntes são o dólar ou euro.

 

Na lista, o grande destaque é a cidade de Buenos Aires, na Argentina que, apesar de já ser bastante conhecida por boa parte dos turistas brasileiros, vem despertado o interesse de uma parcela da população que não abre mão de viajar ao exterior nas férias, nem que seja para revisitar destinos e ter novas experiências de viagens.Não por acaso, o destino teve crescimento de cerca de 26% no número de passageiros embarcados pela operadora no ano de 2019, na comparação com o mesmo período de 2018. Confira abaixo os destinos:

 

BUENOS AIRES| Não é novidade que a Argentina é um destino turístico atrativo aos brasileiros já há alguns anos. Somente a CVC, em 2019, embarcou para o destino mais de 104 mil passageiros. A capital Buenos Aires é sempre uma boa opção na América do Sul com ares europeus, diversas atrações culturais e ótima gastronomia, ideal para visitar mais de uma vez. Por conta de uma série de instabilidades políticas e econômicas no país, o peso argentino ficou ainda mais desvalorizado frente ao real. A CVC acaba de fazer um levantamento e constatou que os preços de serviços, principalmente as atrações turísticas e gastronômicas do país estão até 30% mais em conta ao bolso do consumidor brasileiro.  Com saída no dia 2 de julho, um pacote que inclui passagem aérea 3 noites de hospedagem, traslados e passeios, sai por a partir de R$ 1.798, por pessoa. 

 

SANTIAGO| Assim como outros países da América do Sul, o Chile é um destino viável para viajar em tempos de dólar alto. Não que o país seja, exatamente, um país barato, mas rumo a capital Santiago é possível conseguir passagens aéreas por um bom preço comprando com certa antecedência. Com relação a hospedagem, por ser uma capital bem turística, há opções de acomodações para todos os tipos de bolso, de hotéis 5 estrelas a hostels. Já na questão passeios e atividades, as principais atrações da cidade saem em torno de R$ 150, por pessoa. Em relação à alimentação, espere gastar o mesmo que você gastaria no Brasil num restaurante de nível similar. E por falar em gastronomia, a capital chilena é, ao lado do Alasca, os únicos dois lugares do mundo em que se pode degustar da Centolla, caranguejo gigante que vive em águas profundas e gélidas. Em 2019, o destino sofreu bastante com a crise política e social, mas desde dezembro a situação vem sendo normalizada e os visitantes estão voltando a frequentar o país. Tanto é que muitas companhias aéreas e operadoras de turismo estão fazendo promoções para o destino, como é o caso da CVC. Com saída no dia 29 de abril, um pacote que inclui passagem aérea 4 noites de hospedagem e traslados sai por a partir de R$ 2.091, por pessoa.

 

LA PAZ| A metrópole sul-americana com maior influência da cultura indígena no continente, a capital da Bolívia, La Paz está localizada em um vale profundo, cercada pelas montanhas e os picos nevados dos Andes. Embora a pobreza de seu povo fique evidente pelas construções sem acabamento das casas, esta é uma cidade repleta de riquezas naturais e tradições milenares, além de mistérios arqueológicos que fazem a viagem se tornar uma experiência ainda mais rica. Para quem procura uma viagem ao exterior barata, a boa notícia é que o destino está entre os mais em conta na América do Sul. Atualmente R$1 equivale a 1,60 pesos bolivianos, o que faz não só a alimentação, como passeios e transporte bem mais acessíveis ao bolso do viajante brasileiro. Ainda sem muita tradição entre os turistas brasileiros, é na Bolívia que está localizado o Salar de Uyuni, conhecido como o maior deserto de sal do mundo. Com saída no dia 12 de junho, um pacote que inclui passagem aérea 4 noites de hospedagem e traslados sai por a partir de R$ 1.624, por pessoa.

 

CUZCO| A antiga capital do Império Inca é a principal cidade que dá acesso ao trem que leva até o Santuário de Machu Picchu A cidade mantém bons preços, em relação as demais cidades peruanas, como a própria capital Lima, justamente por ter mais opções de acomodação e de restaurantes mais acessíveis ao bolso de todos os tipos de turistas, desde aqueles que vão ao destino para fazer uma viagem independente (estilo mochilão) até mesmo aqueles que sejam se hospedar em hotéis luxuoso, categoria 5 estrelas. Outro ponto que faz com que a viagem se torne ainda mais acessível ao turista brasileira é a alimentação. É possível fazer boas refeições no destino por a partir de R$ 30. Com saída no dia 12 de junho, um pacote que inclui passagem aérea 4 noites de hospedagem sai por a partir de R$ 2.419, por pessoa.

 

MONTEVIDÉU| Outra opção na América do Sul, o pequeno vizinho, Uruguai, também oferece uma boa relação custo-benefício aos visitantes. A capital Montevidéu apresenta história, arquitetura e belas paisagens, logo, algumas das principais atrações turísticas e cartões postais não são pagos como o Mercado del Puerto, Rambla de Pocitos, Feira Tristán Narvaja, Puerta de La Ciutadela e o Teatro Sólis que tem dias de visitação gratuitos, o que já representa uma boa economia. A moeda usada no Uruguai são os pesos uruguaios e cada um equivale a mais ou menos R$ 8 reais, o que traz vantagens ao bolso do brasileiro que deseja conhecer ou revisitar o destino.Além disso, os gastos com passeios, alimentação e transporte pelo destino são bem acessíveis e o turista acaba gastando bem menos do que se fosse fazer uma viagem pelo Brasil, por exemplo. Com saída no dia 2 de julho, um pacote que inclui passagem aérea 4 noites de hospedagem, passeios e traslados sai por a partir de R$ 1.859, por pessoa.

 
 
SOBRE A CVC
 
A CVC é a maior operadora de turismo das Américas e líder na preferência do consumidor brasileiro. Possui um amplo portfólio com mais de 1.000 destinos nacionais e internacionais e oferece uma gama diversificada de serviços de viagem como pacotes turísticos, passagens aéreas, diárias de hospedagem, seguro viagem, locação de carros, entre outros a preços acessíveis e com condições de pagamento flexíveis. Tem a maior rede de distribuição com mais de 1.400 lojas franqueadas, 8.000 agências multimarcas credenciadas e um canal online www.cvc.com.br.