PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
04/04/2020 22h20 - Atualizado em 06/04/2020 12h12

Enem 2020 terá provas impressas e digitais

Governo do Brasil


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, na terça-feira (31), as novas regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 e as datas das provas.

 

Nesta edição, as provas serão aplicadas nos dias 11 e 18 de outubro, na versão digital, e em 1º e 8 de novembro, na versão impressa. As inscrições serão realizadas de 11 a 22 de maio.

 

A implantação do Enem digital terá início de forma progressiva.

 

Nesta edição, serão disponibilizadas 100 mil inscrições para os primeiros participantes que optarem pelo novo modelo. A previsão é de que, até 2026, o Enem seja totalmente digital.

 

As inscrições podem ser feitas na Página do Participante e na edição digital. O candidato que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital.

 

Após concluir o processo, o candidato também não poderá alterar a opção que escolher.

 

Neste ano, será obrigatória a inclusão de foto atual do participante no sistema de inscrição, que poderá ser utilizada para procedimento de identificação.

 

Será mantida a aplicação de quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa.

 

Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

 

A taxa de inscrição é de R$ 85, o mesmo da edição de 2019. O valor deverá ser pago até 28 de maio, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios.

 

Isenção

O prazo para requerer a isenção da taxa do Enem 2020 é do dia 6 ao dia 17 de abril. Pode solicitar o candidato que cursou a última série do ensino médio em 2020 em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; ou que tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, além de ter renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio.

 

Quem estiver em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, deve informar o Número de Identificação Social (NIS), único e válido, além de ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

 

Os participantes que solicitaram isenção em 2019, mas não realizaram os dois dias de prova e querem solicitar a isenção para 2020, devem fazer a justificativa de ausência.

 

As respostas dos pedidos têm previsão de divulgação em 24 de abril. Posteriormente, será aberto prazo para apresentação de recursos, entre 27 de abril e 1º de maio, e os resultados finais estarão disponíveis em 7 de maio.

 

Cronograma:

Solicitação de isenção da taxa de inscrição: 6 a 17 de abril

Divulgação dos resultados: 24 de abril

Período de recurso: 27 de abril a 1º de maio

Inscrições no Enem: 11 a 22 de maio

Pagamento da taxa de inscrição: 11 a 28 de maio

Solicitação de atendimento especializado: 11 a 22 de maio

Solicitação de tratamento pelo nome social: 25 a 29 de maio

Provas: 11 e 18 (Enem Digital) 1º e 8 de novembro (Enem impresso)

 

Fonte: Ministério da Educação e Inep