PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
18/09/2020 07h25

Secel orienta sobre etapas do cadastramento para solicitar renda da Lei Aldir Blanc

Cida Rodrigues | Secel-MT


Até a manhã desta quinta-feira (17.09), pouco mais de mil trabalhadores da cultura acessaram a plataforma disponibilizada pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) para credenciamento. Deste total, cerca de 270 profissionais finalizaram o cadastro com a solicitação da renda emergencial prevista na Lei Aldir Blanc. O restante realizou somente o cadastramento geral de acesso à plataforma. O prazo para inscrição é o dia 24 de outubro.

 

“Não sabemos quais foram os motivos para os cadastros não terem sido finalizados. Talvez seja porque muita gente preferiu deixar pra concluir depois ou não tinha os documentos digitalizados no momento. De qualquer forma, ressaltamos que é necessário ir até o final para que o pedido da renda emergencial seja analisado”, comenta o secretário adjunto de Cultura da Secel, José Paulo Traven.

 

Para requisitar o auxílio, o interessado deve prosseguir para as próximas etapas de preenchimento do formulário de solicitação, que inclui a aceitação do termo de autodeclaração de que está apto a receber o benefício. Os dados inseridos no primeiro cadastro irão se completar automaticamente, sendo necessário ainda preencher os campos novos e inserir os documentos digitalizados.

 

Traven também destaca que ficou a cargo da Secel a transferência do auxílio diretamente aos trabalhadores da cultura afetados pela pandemia em todo o estado. Por isso, mesmo que tenha preenchido algum levantamento municipal, o profissional precisa se cadastrar na plataforma Estado do Amanhã para requerer a renda emergencial.

 

“Aqui em Mato Grosso, o cadastro providenciado pela Secel é o único em que se pode fazer a solicitação do auxílio emergencial. Os trabalhadores e trabalhadores do setor cultural de todos os municípios mato-grossenses precisam se cadastrar nessa plataforma específica”, reforça o adjunto.

 

O sistema da Secel possui formulário que atende os requisitos regulamentados pelo Governo Federal para verificação da elegibilidade da solicitação, com dados necessários às checagens de validação e confirmação do perfil exigido pela Lei Aldir Blanc. O resultado da análise do primeiro lote de cadastramento será divulgado a partir do dia 09 de outubro e o pagamento dos aprovados, em 19 de outubro. Os lotes posteriores de cadastros analisados e aprovados serão pagos em 27 de outubro e 20 de novembro.

 

Os trabalhadores da cultural, que solicitarem o auxílio e que atendam aos critérios da lei, irão receber três parcelas no valor de R$ 600,00. Em Mato Grosso, o pagamento será feito em parcela única de R$ 1.800,00.

 

Para ajudar na hora no cadastramento, uma equipe de apoio fica disponível das 8h às 00h para tirar dúvidas pelo chat da plataforma. Foram preparados também materiais orientativos, como a cartilha para pessoas físicas com informações sobre os critérios e operacionalização da renda emergencial e tutoriais, escrito e em vídeo, de como acessar e preencher o cadastro. 

 

Serviço:

Plataforma de cadastro: www.estadodoamanha.com.br

Critérios para renda emergencial: cartilha 

Tutorial Cadastro: cartilha

Tutorial Cadastro: vídeo