Violência contra mulheres é ameaça a direitos humanos em nível mundial

ONU / FOTO:


Em mensagem sobre o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra Mulheres, o secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que o impacto social e econômico da pandemia lançou mulheres e meninas na pobreza, com risco de aumento de casos de violência.

Ele reiterou que a violência contra mulheres é ameaça aos direitos humanos em todo o mundo e pediu responsabilização dos agressores.

Leia abaixo a íntegra da nota.
A violência contra mulheres e meninas constitui uma ameaça aos direitos humanos em nível mundial.

A pandemia da COVID-19 veio confirmar que esta é uma emergência global que requer uma ação urgente por parte de todas as pessoas, em todos os níveis, em todos os lugares.

O impacto social e econômico da pandemia lança um número exagerado de mulheres e meninas para a pobreza e o risco delas serem alvos de violência aumenta.
Em abril deste ano, apelei à comunidade internacional para que trabalhasse para acabar de uma vez por todas com a pandemia silenciosa da violência baseada no gênero. Hoje, reitero e renovo esse apelo.

A comunidade mundial precisa ouvir as vozes e as experiências das mulheres e das meninas, e levar em conta as suas necessidades, especialmente as das sobreviventes de violência e das vítimas de múltiplas e interligadas formas de discriminação.

Devemos também dar prioridade à liderança das mulheres na procura por soluções e envolver os homens nesta luta.

As medidas devem incluir um financiamento previsível e flexível para as organizações que promovem os direitos das mulheres, que tão frequentemente são as primeiras a responder em situações de crise.

É fundamental que os serviços para as vítimas de violência permaneçam abertos, dotados de recursos e de medidas adequadas para apoiar as respostas sanitárias, sociais e de justiça.

Não basta intervir após o ato de violência contra as mulheres. É também necessário prevenir a violência, em particular, abordando normas sociais e desequilíbrios de poder.

É importante que a polícia e os sistemas judiciais aumentem a responsabilização dos agressores e ponham fim à impunidade.

No celebrado na úlitima quarta-feira Dia Internacional, devemos redobrar os nossos esforços para erradicar para sempre a violência baseada em gênero.

António Guterres, secretário-geral da ONU



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE