PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
03/11/2019 08h14 - Atualizado em 03/11/2019 09h33

Extensão de cílios: Para cada formato de olho, um modelo ideal

Fabiano de Abreu


Eles existem das mais variadas formas e modelos: volumosos, espaçados, mais naturais. Mas você sabe qual valoriza mais o seu olhar? Samara Martins proprietária da Pink Lah, uma das maiores empresas de extensão de cílios do país explica que para escolher o modelo ideal, é importante estar atento ao formato e ao tamanho dos olhos.

 

“São eles que vão ditar se o modelo deve ser mais puxado, mais cheio ou espaçado, pois cada um vai produzir um efeito diferente a depender tipo de olho que a pessoa possui”, explica.

 

Em olhos menores por exemplo, o recomendado são cílios no efeito boneca — que são menores nas laterais e maiores no meio. “Esse estilo de alongamento vai provocar a ilusão visual de que a mulher possui olhos maiores, além de levantar o olhar”, garante.

 

Caso o modelo e efeito não seja escolhidos de maneira certa, o procedimento pode gerar efeitos indesejados como por exemplo, olhos caído. “Uma mulher oriental que coloca cílios em um tamanho muito grande e em formato gatinho pode gerar a impressão de que seu olho é ainda menor e mais puxado, e ao invés de valorizar, deixa o olhar mais abatido’, explica.

 

Caso você seja daquelas que também que levam em consideração o tamanho x ocasião, o modelo escolhido precisa de adequar aos locais que costuma frequentar. “Modelos mais encorpados costumam ser mais apropriados para eventos noturnos, devido a dramaticidade que trazem ao olhar. Já os mais espaçados trazem mais harmoniosidade para o dia a dia. Mas é importante ressaltar que essas característica básicas, não sobressaem o estilo e a personalidade da pessoa”, alerta.

 


Escolha o seu

Olhos amendoados: Caracteristicamente possuem o canto externo mais elevado e lembram o formato de uma amêndoa conhecido como efeito gatinho, sendo o olho da atriz Angelina Jolie. Por serem considerados o formato “perfeito”, esse tipo de olho vai bem qualquer extensão, podendo usar desde o modelo mais simples, até os mais volumosos.

 

Olhos profundos: Mais fundos em relação a face e ao osso da testa. Os modelos ideais são o mais cheios e alongados em todo o comprimento, com a efeito boneca ampliado,que vão projetar o olhar para frente, neste caso alteramos a curvatura também .

 

Caídos: Ligeiramente mais baixo nos cantos externos, esse olhar é mais melancólico sendo ideal o efeito degrade — levantar o olhar —, o mais eficiente para disfarçar essa característica. Quem tem esse tipo de olho deve apostar na aplicação de cílios longos nas extremidades.

 

Orientais: A pálpebra nesses casos é plana e sem volume, indicamos cerdas de tamanhos medianos e bastante volume para abrir o olhar, mas tendo o cuidado de não carregar esse olhar.