PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
24/11/2019 15h26

21ª Corrida Homens do Mato da PM reúne 1,2 mil atletas neste domingo (24)

Maricelle Lima Vieira | PMMT / foto: Sd Rodrigues


Mais de 1.200 atletas inscritos percorreram cinco ou dez quilômetros pelas ruas do Centro Político Administrativo, durante a 21ª Corrida Homens do Mato da Polícia Militar de Mato Grosso, na manhã deste domingo (24.11). Equipes amadoras, pelotões militares, famílias, amigos e corredores independentes registraram presença no evento, somando cerca de duas mil pessoas.


Na chegada, todos os corredores receberam medalhas e foram recepcionados pela tradicional mesa de frutas. Durante a festa, os participantes ainda foram animados pelos mascotes, o Leão Daren do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), a onça do Batalhão Ambiental e o piloto do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer), que dançaram e tiraram muitas fotos.


A corrida fecha a programação das competições de rua realizadas pelos comandos regionais e unidades especializadas militares do Estado e abre a programação da 37ª edição das Olimpíadas Militares.


A pedagoga Marcia da Silva Oliveira, 34 anos, que ficou em primeiro lugar na categoria feminino (5 km), disse que todos os anos é um desafio correr a corrida da PM. “O percurso intercala entre leve e pesado e somado com o sol, potencializa ainda mais o esforço do corpo e da mente. A organização é um fator importante que continua surpreendendo”.


Já o corredor profissional João Luis Ferreira Prado Filho, 27 anos, primeiro lugar na categoria geral, 5 km, disse que superar o calor foi o seu principal desafio. “É uma corrida que exige superação a cada passada. O percurso é pesado, mas como tinham muitos posto de hidratação conseguimos superar o calor”.


Os aposentados Maria do Carmo, 81 anos, e Júlio Salazar, 85 anos, treinaram por meses para participar da Homens do Mato. Ambos disseram que o tempo não importa, mas sim, concluir a prova. “Treino todos os dias 5h da manhã mais de 12 km. A corrida da PM é um marco em minha vida”, disse Maria.


O presidente da Federação Matogrossense de Atletismo, Tomires Campos Lopes, destaca que a competição é uma das mais tradicionais realizadas no Estado. “Foram vários encontros que viabilizaram para essa grande festa. Precisamos orientar uma serie de critérios entre a segurança dos corredores e o perfeito estado da via. A PM como sempre atendeu a todas as recomendações e está de parabéns”.


Para o comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, que também participou da prova, a corrida encerra um ciclo de eventos realizados durante todo ano e integra a corporação com a comunidade.


“A corrida fecha um ciclo e abre para a competição mais tradicional da corporação. Agora iniciamos uma nova fase que dura uma semana, com competições em várias modalidades entre militares. As Olimpíadas Militares são tradicionais e têm por objetivo integrar os policiais. É um evento importante que não medimos esforços em realizar”, afirmou.