PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
12/01/2020 11h17

Culturas incomuns podem se tornar salvadoras do clima

AGROLINK


O uso de culturas incomuns, como tipos de aspargos, está sendo tratado como uma possível "salvação" do clima em Israel. Isso porque elas podem ser cultivadas na areia e irrigadas com água salgada.

 

"Ele tem gosto de pepino salgado e cresce selvagem em áreas costeiras ao redor do mundo. Mas, nos últimos anos, os pesquisadores começaram a focar neles para a agricultura, especialmente em regiões costeiras secas, como Índia, Israel, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

 

Os esforços desses pesquisadores estão definindo quais extremos a planta pode suportar, suas necessidades nutricionais e como fazê-la crescer mais rapidamente e com maior rendimento.

 

À medida que o planeta aquece e o mar se eleva, culturas resistentes, como os grãos do mar, podem se tornar salvadores do clima. Mas somente se estivermos dispostos a comê-los", diz um texto do portal local Ensia.

 

Em um artigo publicado no ano passado, pesquisadores calcularam que as calorias disponíveis das 10 principais culturas alimentares do mundo eram 1% menos anuais do que teriam sido sem o impacto das mudanças climáticas.

 

Além disso, outras pesquisas mostram que o potencial de seca supera as preocupações climáticas das pessoas em todo o mundo, mas quando se trata de cultivar culturas, diz Hope Michelson , professora assistente de agricultura e economia do consumo da Universidade de Illinois, "não é apenas a quantidade de chuva" aquilo importa.

 

Ela indica que plantações também são sensíveis a variações na rapidez com que as chuvas caem, temperaturas extremas altas e baixas, frequência, intensidade de tempestades, duração e época dos períodos de cultivo.