PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
13/01/2020 16h42

Exercícios auxiliam também pacientes em tratamento contra a doença

Lívia Davanzo


Que tal iniciar o ano com a meta de investir mais nos cuidados com a saúde? Um deles é exercitar-se com regularidade.  Os benefícios da prática regular de atividade física são inúmeros: fortalece a musculatura, melhora o humor, a qualidade de vida e do sono, além de reduzir o risco de desenvolver sete tipos de tumores, segundo apontou recente estudo realizado pela Sociedade Americana de Câncer e outras entidades norte-americanas. 

 

Uma simples caminhada já é bastante benéfica para ajudar na prevenção da doença. De acordo com a oncologista do Hospital do Câncer Anchieta, Dra. Regina Vidal, um dos principais benefícios é o fortalecimento das defesas do corpo, o que ajuda a evitar diversas enfermidades.

 

Além disso, segundo a especialista, a prática auxilia no controle do peso, previne hipertensão e melhora as funções cardiorrespiratórias. “Todo esse conjunto aliado a uma alimentação balanceada faz com que haja melhora na qualidade de vida, proporcionando mais saúde e, consequentemente, prevenindo não só o câncer, mas diversas outras doenças”, indica.

 

A recomendação é que se pratique atividade física ao menos três vezes na semana durante 30 minutos.

 

Exercícios físicos durante o tratamento

Os benefícios de se exercitar também podem ser notados para quem está em tratamento.  Cada caso é avaliado pelo especialista que acompanha o paciente e que vai apontar quais são os exercícios mais indicados.

 

Segundo a oncologista, exercícios como caminhada, andar de bicicleta e natação podem trazer resultados positivos. “A atividade física é importante para trazer mais ânimo, combater a fadiga gerada pelo tratamento e diminuir a ansiedade”, relata a médica.